PIA União das Filhas de Maria

 

No dia 09 de outubro de 1955, foi fundado a Pia União das filhas de Maria, conforme está registrado no santinho que foi entregue de lembrança no dia do evento.

A mensagem diz: "O cristianismo bem vivido em cada momento de tua vida, fará de ti uma verdadeira filha de Maria"

A mensagem diz:
“O cristianismo bem vivido em cada momento de tua vida, fará de ti uma verdadeira filha de Maria”

 

Em nossa Paróquia como também em outras, a Pia União das Filhas de Maria era uma irmandade que só participava moças. Elas usavam uniformes, os vestidos eram brancos de mangas compridas, usavam faixa azul na cintura, nas missas, procissões, reza do terço e outras orações, usavam véu branco cobrindo a cabeça. As iniciantes eram denominadas aspirantes, recebiam fita azul com uma medalha pequena .Neste período de aspirante, ficavam estudando até um certo tempo (mais ou menos seis meses), concluído os estudos faziam prova, as que passavam faziam juramento em ser fiel a devoção a Virgem Maria. Isto ocorria durante a santa missa, após o juramento recebiam uma fita mais longa com uma medalha maior, depois de uma certa temporada na irmandade, recebiam uma fita azul sendo mais larga com uma medalha maior e uma faixa larga para usar na cintura que uma das pontas ia até o joelho. Todos os sábados, as jovens rezavam o oficio dedicado a Nossa Senhora, elas oravam muito suas orações sempre dedicada a Jesus e a Virgem Maria, fazia horas santas em adoração ao Santíssimo sacramento.

Em nossa Paróquia dentro e fora da Igreja, as filhas de Maria sempre tiveram seu coração voltado para Maria Santíssima e a seu amado filho Jesus Nosso Senhor. Contribuíram para o bem estar religioso do povo de Vila (Bairro) São José que através de seus esforços, ajudaram a Paróquia crescer expandindo pra outros bairros que hoje faz parte de Nossa Paróquia. Muitas já faleceram e ganharam o prêmio no céu, mas as que estão vivas estão recompensadas pelo amor e a glória de Deus, porque elas deram muitos testemunhos para muitas moças da época, através de seus comportamentos que só atraia as bênçãos de Deus. Elas estavam sempre presentes nas atividades da comunidade. (quando elas se casavam não podiam mais pertencer à irmandade, teriam de passar para o Apostolado da Oração).