Logo contato

Boa tarde, Sexta Feira, 01 de Agosto de 2014, Seja bem vindo(a)
Santo do dia: Santo Afonso Maria de Ligório

MISSA EM LOUVOR A SANTOS REIS
Paróquia Sagrado Coração de Jesus em São Caetano do Sul

 

Inicio da Santa missa: Padre Fernando fez acolhida ao grupo da folia de reis

MISSA EM LOUVOR A SANTOS REIS

 


Entrada da Folia de Reis na Igreja

MISSA EM LOUVOR A SANTOS REIS

 

A bandeireira entrou na frente carregando a Bandeira, atrás entrou os palhaços (bastiãos) dançando no rítimo do som da música que os foliões estavam cantando pedindo licença para entrar na igreja.

Os foliões se ajoelham para reverenciar o altar e adorar Jesus presente no santíssimo sacramento

MISSA EM LOUVOR A SANTOS REIS


Os bastiãos (Palhaços) também se ajoelham e tiram as mascaras sentido de reconhecer o solo sagrado, á casa de Deus onde está o próprio Jesus, o menino que nasceu em Belém no santissimo sagramento do altar, na hóstia consagrada para que possamos visitá-lo e adora-lo como fez os tres reis magos quando encontram menino Jesus na cidade de Belem.

 

MISSA EM LOUVOR A SANTOS REIS

 

 

Tirar a mascara também simboliza que o mal nunca vence o bem. È encarar a verdade reconhecendo naquela criança o Deus de todo o universo.

 

Pelo corredor central segue a folia de reis até chegar ao altar.
Eles entram cantando o hino que fala da anunciação do anjo Gabriel a Maria Santissima, o nascimento de Jesus, o aparecimento da estrela, achegada do três a Belém guiado por está estrela, adoração do reis magos e a entrega dos presentes; ouro, incenso e mirra.

 

Quando chegam ao altar um dos palhoços olha para a estrela, que estava iluminando o presépio ao lado do altar. Assim terminou o cantico de entrada e o sacerdote Padre Fernando deu inicio a Santa Missa.

 

MISSA EM LOUVOR A SANTOS REIS

A estrela simboliza a presença de Jesus que nos ilumina com a glória de Deus.


A Gisele uma dos componetes da folia (companhia) foi a Salmista, leu o Salmo responsorial, o refrão a folia de reis respondia cantando:

Os reis de toda a terra / ao de adorar o Senhor ai
aiai meu Deus hão de adorar o Senhor aiaooooo.

 

MISSA EM LOUVOR A SANTOS REIS

 

A aclamação ao Evangelho o cantico que a folia cantou foi:

 

O s três reis Santo do Oriente
Avistaram a luz de Deus

Era a luz radiante
Que os levou até Jesus

Louvaram Deus menino
Aleluia / Aleluia

Aleleuia / Aleluia
Louvado Seja o Senhor

 

 

Após a leitura do Evangelho antes da homilia Padre Fernando Passou a palavra para o embaixador Wilson para partilhar com a comunidade os símbolos da folia de reis:

MISSA EM LOUVOR A SANTOS REIS

 

OS TRES REIS SANTOS (MAGOS)
Os três reis são representados na Bandeira. A Bíblia não diz que eles eram reis, ela fala dos magos, o nome de magos naquele tempo significava astrólogos e não feiticeiros, adivinhos, também não está escrito que eram três pessoas, mas como entregaram três presentes para o menino Jesus ficou registrado pela tradição que eram três.


A Igreja denomina o nome de reis porque a bíblia diz no livro do Profeta Isaias e nos Salmo:


“As nações se encaminharão à tua luz, e os reis, ao brilho de tua aurora” Is 60,3.
“Todos os reis hão de adorá-lo, hão de servi-lo todas as nações” Salmo 72 (71), 1-11.

 

Os três reis magos representam todo o povo pagão simbolizando as três nações que existia no mundo inteiro segundo o Antigo testamento, estas nações tinham como representantes da época os três filhos de Noé as três raças bíblicas, isto é os Sem (semitas), Jafé (Jafetitas) e Cam (camitas).

 

 

A BANDEIRA

 

MISSA EM LOUVOR A SANTOS REIS

 

A bandeira de Santos Reis é Sagrada. Abençoada por um padre. Ela sempre está na frente da companhia é respeitada por todos.


Todos os devotos que a recebem nos seus lares, a acolhem com a fé e muita devoção, simbolizando a própria presença divina.


Na Bandeira tem que estar desenhado: A Sagrada Família Jesus Maria e José, os três Reis Belchior, Baltazar e Gaspar, a estrela representando a luz que apareceu aos três reis.

 

A BANDEIREIRA
A bandeireira é a responsável de carregar a bandeira. A bandeira sempre vai á frente do grupo, ela é toda enfeitada de fitas e flores. É a Bandeira a primeira entrar em qualquer casa fica portada junto ao presépio ou altar.

 

 

 

A ESTRELA NA BANDEIRA

 

MISSA EM LOUVOR A SANTOS REIS

Estrela desenhada na Bandeira é o símbolo da Luz de Deus, que ilumina nossa vida nossos caminhos durante toda a nossa vida.


Os reis magos descobriram naquela estrela, algo muito mais importante do que a própria luz transmitida, ela refletia, algo radiante que tocava em seus corações, descobriram através dela a luz de Deus e saíram em busca daquela luz e encontraram Jesus menino e prostraram diante dele que é a luz que veio para iluminar toda humanidade.

 


FITAS E AS CORES DA BANDEIRA


As fitas enfeitam a bandeira e os instrumentos. As cores transmitem alegria.

MISSA EM LOUVOR A SANTOS REIS

 

AMARELO / OURO


A cor amarela na Folia de Reis simboliza o Rei Belchior (Melquior) representa o povo europeu que tinha como líder Jafé. Belquior deu ouro de presente a Deus menino.

 

Ouro é o símbolo do amor da realeza, aquele menino que nasceu é o novo rei dos Judeus é o rei de todo o universo. Os magos reconheceram naquela criança a grandeza à realeza o menino rei Senhor de todo o universo.


O ouro serviu para a Sagrada Família cobrir as despesas durante a viagem quando fugiram para Egito para não caírem nas mãos de Rei Herodes.


“Um anjo do Senhor apareceu em sonhos a José e disse: Levanta-te, toma o menino e sua mãe e foge para o Egito”. Mt 2,13


VERMELHO / INCENSO


A cor vermelha na folia de reis representa o Rei Baltazar o rei negro Baltazar representa todo o povo da África que tinha como líder Sem. Baltazar deu INCENSO de presente ao menino Jesus.

 

O vermelha também representa o Espírito Santo que se manifestou a Maria Santíssima quando o anjo Gabriel a visitou no dia da anunciação dizendo:


O Espírito Santo virá sobre ti e o poder do Altíssimo vai te cobrir com a sua sombra, por isso o Santo que nascer será chamado Filho de Deus” (Lc 1 ,35).

 

INCENSO símbolo da oração e da divindade isto significa que sempre devemos estar em oração e súplica, agradecer a Deus, louvar a Deus através de grandes louvores, reconhecendo a divindade de Jesus, o nosso Deus é o Senhor de todo universo.
Simboliza proteção, purificação, desejo de que nossa oração suba aos céus como sobe a fumaça.(fumaça aromática que vai ao trono do Altíssimo).


VERDE / MIRRA


A cor verde na folia de Reis representa o rei Gaspar representa os semitas da Ásia ele deu a Mirra de presente a ao menino Jesus.


O verde também representa a esperança, devemos esperar tudo em Deus.

 

A Mirra é o símbolo da dor da Paixão de Jesus Cristo, do seu sofrimento pela humanidade. Também tem o sentido da imortalidade do novo Rei que nasceu.


É uma planta que era extraída das árvores do Oriente,1) Era usado para embalsamar os mortos sentido de imortalidade, 2)servia para fazer perfume agradável, 3) também para fazer remédios calmantes e outros, como remédio tinha gosto amargo, por isso a MIRRA entregue de presente a menino Jesus é o símbolo da dor do sofrimento de Jesus, e também significa as dores de Nossa Senhora como mostra o evangelho de São Lucas:


“Seu pai e sua mãe estavam admirados com o que diziam dele. Simeão abençoou-os e disse a Maria , a mãe: “Eis que este menino foi colocado para a queda e para o surgimento de muitos em Israel, e como um sinal de contradição – e a ti, uma espada transpassará tua alma! – para que se revelem os pensamentos íntimos de muitos corações”. (Lc 2, 33-35).

 

E assim aconteceu: 1) Maria foge dos massacres dos inocentes para salvar seu Filho, 2) Ela também viu seu Filho ser condenado a morte e morrer na cruz, 3) Maria teve o grande momento de glória, seu Filho Ressuscitou.

 

Vimos que a mirra é o símbolo do sofrimento, da dor, mas também tem o sentido da esperança porque a planta é o verde que tem como símbolo a esperança.


Ela foi entregue para Jesus quando ele nasceu, nasceu no meio de um povo que por muitos anos esperou sua chegada. Nasceu o Messias que em seus ministérios ensinou para humanidade o caminho da salvação, do amor e como se deve amar, o caminho do perdão e como se deve perdoar, e ainda morre por causa dos nossos pecados e depois de três dias ressuscitou dando novamente a esperança para humanidade. Com isto aprendemos que devemos por nossa esperança nas mãos de Deus Pai que enviou seu filho único para nos proteger nos amar.


Com este símbolos podemos meditar e reconhecer que Jesus Cristo é o servo de Deus amado que doou a sua vida por nós na cruz, e também refletir que Maria é a mulher escolhida de Deus para junto com seu filho através de sua vida nos ensinar a amar e ser feliz e não se desesperar com as notícias que nos leva ao sofrimento, as dores e sim a vida.

 

Os presentes que Jesus recebeu dos magos ouro, incenso e mirra mostra e confirmando para a humanidade que ele é o grande rei; sacerdote e profeta.

 

BRANCO


O branco tem o sentido de pureza simboliza o menino Jesus e a pomba da paz: também representa a cor do véu de Maria Santíssima.

 

AZUL


Simboliza o horizonte o céu todo universo criado por Deus, também são a cor do manto de Maria Santíssima.

 

ROSA


Simboliza a paciência e o amor é a cor que representa São José que ouviu com paciência a voz do anjo. As rosas transmitiram alegria, felicidade e São José recebeu em suas mãos a mãe do menino Deus.

 

PALHAÇOS

MISSA EM LOUVOR A SANTOS REIS

 

Os palhaços são denominados por região: Alferes ou marungo ou bastião.
Em são Paulo nós chamamos de bastião.

 

Os palhaços têm dois significados:


1 – representa a guarda do rei Herodes; capitão e coronel, mandado por Herodes para matar o menino Jesus.


Herodes ficou enfurecido com o nascimento de Jesus, o novo rei dos judeus, e mandou matar todas as crianças de dois anos para baixo para ter a certeza que uma das crianças mortas seria o menino Jesus.

 

2 – homens convertidos que se vestiam de palhaços para distrair os guardas para que São José e Nossa Senhora conseguissem se salvar do rei Herodes que mandou matar todas as crianças de dois anos para baixo….


Obs: Os reis Avisados em sonho para retornar a sua terra por um outro caminho…

 

José também avisado em sonho para fugir para o Egito.


Os palhaços declamam os versos diante do presépio, nas igrejas etc., dançam divertem as crianças e arrecadam as ofertas ou esmolas que são o dinheiro para fazer a grande festa de Reis no dia da chegada isto para lembrar a volta dos reis magos no Oriente em sua terra Natal para tos juntos comemorarem o nascimento de Jesus.

 

Os palhaços devem proteger o menino Jesus e confundir os soldados do rei Herodes. São acrobatas e declamadores para distrair os soldados.

 

 

CANTORES

 

MISSA EM LOUVOR A SANTOS REIS

O grupo de cantores é composto de sete vozes: 1ª voz embaixador ou mestre, 2ª respondedor ou contra mestre, 3ª contralto, 4ª voz caceteiro, 5ª voz tipe, 6 ª contra tipe, 7ª tala.


O embaixador improvisa os versos e os demais repetem os versos improvisados pelo embaixador.

 

INSTRUMENTOS


Os principais instrumentos são: viola, violão, cavaquinho, bandola (Bandolim), violino sanfona (acordeom), pandeiro e caixa.

 

OFERTA OU ESMOLA


Ofertas, esmolas são donativos que recebemos para ajudar no dia da festa exemplo: dinheiro, alimentos, bebidas etc.


No inicio as pessoas saiam de casa em casa cantando e recebendo pequenos agrados havendo uma política de repressão por parte da igreja a manifestação contra o procedimento das folia de reis, mas o movimento a devoção foi alimentando e a igreja achou por bem aderir a este movimento e também trazer para dentro da igreja.

 

PRESÉPIO


O presépio é uma referência cristã que apresenta Jesus menino na gruta de Belém, na presença de sua mãe Maria santíssima, a visita dos pastores e a visita dos três reis Magos que vieram do Oriente adorando e entregando os presentes ouro, incenso e mirra.


O presépio representa a pobreza e simplicidade em que nasceu menino Jesus na noite de Natal.


Esta representação foi popularizada por São Francisco de Assis no século XIII.

 

MISSA EM LOUVOR A SANTOS REIS

 

 

Nas casas onde tem presépio diante dele a folia de reis louva cantando versos que fala da anunciação do anjo Gabriel a virgem Maria, o aparecimento da estrela e a visita dos três reis. Os bastiaos (palhaços) entram de joelhos declamam versos falando do nascimento de Jesus, gritam viva o menino Deus e a Santos reis.

 

A festividade da folia de reis é inspirada no Natal e na visita dos três reis Magos ao menino Jesus após 12 dias do seu nascimento.


“Segundo os teólogos 12 dias são símbolo, mas na realidade os magos demoraram mais ou menos dois anos para encontrar menino Jesus após seu nascimento”.

 

Após as explicações de Wilson, o Pe. Fernando fez a homilia comentando as leituras e o evangelho e aproveitou para dizer a importância da folia de reis, e que estava feliz por ter aberto as portas para o grupo que pela primeira vez aconteceu na história da paróquia Sagrado Coração de Jesus e aproveitando para dizer que era um grande momento de partilha um trabalho que vem beneficiar a comunidade.


Após a homilia o Padre abençoou os objetos e o povo e aspergiu água benta como é de costume nas missas da saúde que acontece todas as terças feiras.


O Pe Fernando ficou admirado com tanta gente que estava na igreja neste dia. Vemos na foto abaixo ele aspergindo o povo com água benta quase não da para enxergá-lo no meio de tanta gente.

 

MISSA EM LOUVOR A SANTOS REIS

 

O Povo atento em todos os momentos da Santa Missa

Em seguida vem a apresentação das oferendas:

 

Procissão:

O povo em procissão deposita diante do altar os presentes que são os alimentos que serão distribuídos as famílias necessitadas da paróquia, um trabalho que é feito pelos jovens do grupo nova aliança que desempenha durante o ano para cadastrar e cuidar destas famílias. E no dia seis de janeiro de um modo especial sendo dia de Santos reis os donativos vieram embrulhado em papel de presente o sentido que aquilo que oferecemos não é esmola, mas sim presente que devemos dar as pessoas que precisam de nossas ajuda do nosso carinho, e cada doação é um pedaço do amor dos doadores do suor do vossos rostos apresentado na hora das oferendas. Isto faz recordar que no inicio os presentes era dados ou trocados no dia 6 de janeiro e não 25 de dezembro.

Com alegria os paroquianos colocavam diante do altar os presentes suas doações.

MISSA EM LOUVOR A SANTOS REIS

 

Este foi um momento emocionante, a partilha o repartir o pão.

Pelas fotos da para perceber o carinho e a vontade de cada um ajudar os necessitados da nossa paróquia.

MISSA EM LOUVOR A SANTOS REIS

 

Os presentes eram depositados com carinho nos cestos.

Enquanto a comunidade entregava os presentes diante do altar o grupo de folia de reis cantava os cânticos de improviso até apresentação dos dons pão e vinho e na seqüência veio o cântico das oferendas:

 

MISSA EM LOUVOR A SANTOS REIS

 

Cânticos das oferendas:

 

É hora das oferendas / Hora de oferecimento

Nós ofertamos o pão / E o fruto da videira

O pão vai ser a carne / De Jesus de Nazaré

O vinho será o sangue /Que ele derramou na cruz

São os mistérios de Deus / São os dons que Deus nos deu.

 

 

Oração sobre as Oferendas:

MISSA EM LOUVOR A SANTOS REIS

 

 

 

Cântico Santo:


Santo / Santo / Santo
Pai Santo e Deus eterno

Revelaste hoje o mistério
Do Vosso filho Jesus

Como luz iluminando
O caminho da Salvação

Bendito o que vem
Em nome do Senhor Jesus

Hosana / Hosana / Hosana
Hosana nas alturas

 

Os Foliões foram os primeiros a comungar:

O Pe. Fernando convidou os foliões para subirem ao presbitério para comungarem.

MISSA EM LOUVOR A SANTOS REIS

Padre Fernando distribuindo a Eucaristia aos foliões:

MISSA EM LOUVOR A SANTOS REIS

Os foliões se dirigindo ao encontro do sacerdote para receber a Eucaristia.

 

Enquanto padre Fernando distribuía a Eucaristia ao s foliões, os ministros extraordinários da eucaristia distribuíam a comunhão ao povo.

MISSA EM LOUVOR A SANTOS REIS

 

O povo recebendo a Eucaristia (comunhão)

MISSA EM LOUVOR A SANTOS REIS

 

Enquanto a comunidade comungava o grupo da folia de reis cantava o hino da comunhão:

 

 

Cântico da comunhão

 

 

Cântico:

 

Vinte cinco de dezembro / Vinte cinco de dezembro
Noite de natividade / noite de natividade

Reina paz e harmonia / reina paz reina harmonia
Sobre toda a humanidade / sobre toda humanidade

Todo mundo comemora / todo mundo comemora
O nascimento de Jesus / o nascimento de Jesus

Todo nos fazemos preces / todo nós fazemos prece
Para o rei que nos conduz / para o rei que nos conduz

Nesta noiter em toda terra / nesta noite em toda terra
Toda natureza canta / toda natureza canta

As famílias se reune / as famílias se reune
Festejando a noite Santa /festejando a noite Santa

Os presépios são montados / os presépios são montados
Para festejar o santo natal / para festejar o santo natal

Viva a Sagrada Família / viva a sagrada Família
Jesus Maria e São José / Jesus Maria e São José

 

 

No final da Santa missa Padre Fernando perguntou ao Wilson Maria se ele queria dizer mais alguma coisa.


A resposta foi a seguinte quero agradecer em nome da companhia de Reis Santa Cecília oportunidade que o Pe. Fernando deu para apresentar a folia de reis em nossa igreja, participando da santa missa junto com a comunidade e visitantes, também agradeceu o povo que atendeu o convite do padre para este evento e a generosidade de cada um com sua oferta o seu presente e o carinho de todos.

MISSA EM LOUVOR A SANTOS REIS

 

Benção final

 

 

O Pe. Fernando fez seu agradecimentos em seguida deu a benção final e assim terminou a Santo missa.

 

Após a benção final a folia de reis se despede do povo cantando:

Os devotos tocam na fita da bandeira com gesto de amor e carinho a Santos Reis

 

MISSA EM LOUVOR A SANTOS REIS

 

Ficamos felizes primeira vez que cantamos na Paróquia Sagrado coração de Jesus.

Cântico final:

 

Despedida da Bandeira / e dos três reis do Oriente

A Bandeira sai na frente / segue atrás os foliões

O Caminho que ela passa / Tem as benções de Jesus

Vocês ficam ai com Deus / ele também nos acompanha

Viva menino Deus / e São José e Nossa Senhora

Um viva a Santos Reis / até o ano que vem

 

O Povo vê a Folia de reis se despedindo:

 

MISSA EM LOUVOR A SANTOS REIS

 

 

Até o ano que vem

 

VIVA SANTOS REIS

 

Folia de Reis:

 

Essa festividade é inspirada no natal e na visita dos três Reis Magos ao menino Jesus após 12 dia do seu nascimento.


“Segundo os teólogos 12 dias são símbolos, mas na realidade os magos demoraram mais ou menos dois anos para encontrar menino Jesus após seu nascimento”.

 

A tradição da folia de reis no grande ABC paulista foi trazida por imigrantes de Minas Gerais após a segunda guerra mundial. Em são Caetano do sul trazida por imigrantes da fazenda Amália de Santa Rosa de Viterbo e os pioneiros da dupla Tangara e Pavão do Norte no final da década de 40 inicio da década de 50.


Ob.: Existe um livro escrito por Priscila Gorzoni, com o titulo Abre as Porta a Santos Reis: conta a história da folia de reis em são Caetano do Sul.

 

Vamos conhecer um pouco como surgiu a as folia de Reis no Brasil:

 

 

 

 

 

FOLIA DE REIS
“COMPANHIA DE REIS SANTA CECILIA”
DE SÃO CAETANO DO SUL

 

MISSA EM LOUVOR A SANTOS REIS


A folia de reis surgiu no Brasil século XVI, por volta do ano de 1534, vindo de Portugal pelos Jesuitas como crença divina para catequizar indios e posteriormente negros escravos provavelmente na idade Média. (Foi oficializada que criada em Portugal no século XVII e chegando no Brasil no século XVIII).


A origem desta festa originou-se da festa do sol que era comemorada pelos romanos a festa do sol invenc ível que depois foi adotada pelos egípcios. Os romanos comemoravam esta festa no dia 25 de dezembro calendário gregoriano e os egípcios comemora no dia 6 de janeiro, dias dos reis.


Esta festa tomou novo rumo no século III, ficando estabelecida que no dia 25 de dezembro se festejasse o nascimento de Jesus e no dia 6 de janeiro, o dia de Santos Reis.


A folia de Reis ou folia de Santos Reis no Brasil é uma cultura junto de diversas raças e povos variando nos dias de hoje por região, quanto ao estilo, e ritimo e som, porém mantendo a mesma crença e devoção em comum.


A folia de reis no Brasil é conhecida em São Paulo, Minas Gerais, Goiás, Paraná, Espírito santo, Rio de Janeiro e Guanabara.

 

A folia de Reis, também chamada de Companhia de Santos Reis não é religião, mas tem a manifestação religiosa que pode-se denominar de catolicismo popular cujo objetivo principal é levar sempre o nome da Sagrada família Jesus Maria e José e os três Reis Belguior (Melchior), Caspar e Baltazar os reis magos denominados de Santos Reis. Isto acontece através das cantorias com o objetivo de transmitir as famílias o amor a paz e alegria. E também através dos Evangelhos de São Lucas e Mateus homenagear a Virgem Maria e São José e os Reis do Oriente.

 

Para que isto se realize os foliões saem visitando as casas entrando nos lares que são convidados igrejas etc. recebem donativos etc. esmolas ou oferta para fazer a grande festa e fazer doações às entidades…

 

A festa de Reis ou Santos Reis tem origem no dia 6 de janeiro se comemora e celebrava a Epifania a manifestação divina aos Judeus e todo povo pagão. Jesus se manifesta e se revela aos reis magos, que vieram do Oriente para visitá-lo e adorá-lo, dando-lhes os presentes ouro, incenso e mirra.


“Entrando na casa, acharam o menino com Maria, sua mãe. Prostrando-se diante dele, o adoraram. Depois, abrindo seus tesouros, ofereceram-lhe como presentes: ouro, incenso e mirra” Mt 1, 11.

 

EPIFANIA
Com a Epifania a Igreja católica celebra três fatos importantes, três mistérios da vida de Jesus se manifestando ao mundo como Filho de Deus e salvador da humanidade. Estes mistérios são:


Adoração dos três reis magos ao menino Jesus em Belém. (MT1, 11), o Batismo de Jesus no rio Jordão, o Pai se manifesta apresentando o seu filho a humanidade como mostra o evangelho segundo São Mateus; “E do céu baixou uma voz: Eis o meu Filho amado em que ponho minha afeição” Mt 3, 17. O milagre das Bodas de Caná. São três manifestações iniciais da vida de Jesus e da sua Glória.

 

A Igreja comemora o dia de reis no domingo da Epifania.


Durante muitos anos a Epifania do Senhor, era comemorada como a festa mais importante do calendário católico. Com o decorrer dos anos no Ocidente a Epifania foi substituída pelo Santo natal 25 de dezembro, existem alguns paises que preferem celebrar no dia 6 de janeiro principalmente na Europa.


A partir do século V que no Ocidente começou celebrar a adoração dos reis magos, momento onde que se decidiu separar a Epifania do Natal sendo que a data do Natal ficou fixada no dia 25 de dezembro e a Epifania no dia 6 de janeiro.

 

O Senhor manifesta aos Judeus e pagãos através de um anjo


Jesus manifestou aos Judeus e aos pagãos logo após seu nascimento. Aos pastores que estavam pastoreando nos campos cuidando dos seus rebanhos. Deus mandou uma mensagem, por intermédio de anjo, que anunciava o grande acontecimento o nascimento de Jesus.


“O anjo disse-lhes: Não temais, eis que vos anuncio uma boa nova que será alegria para todo o povo”. Lc 2,10.

 

Leitura do Evangelho de São Lucas 2, 8-15


Havia nos arredores uns pastores, que vigiavam e guardavam seu rebanho nos campos durante as vigílias da noite. Um anjo do Senhor apareceu-lhes e a glória do Senhor refulgiu ao redor deles, e tiveram grande temor. O anjo disse-lhes: Não temais, eis que vos anuncio uma boa nova que será alegria para todo o povo: hoje vos nasceu na Cidade de Davi um Salvador, que é o Cristo Senhor. Isto vos servirá de sinal: achareis um recém-nascido envolto em faixas e posto numa manjedoura. E subitamente ao anjo se juntou uma multidão do exército celeste, que louvava a Deus e dizia: Glória a Deus no mais alto dos céus e na terra paz aos homens, objetos da benevolência (divina).
Depois que os anjos os deixaram e voltaram para o céu, falaram os pastores uns com os outros: Vamos até Belém e vejamos o que se realizou e o que o Senhor nos manifestou. (Lc 2, 8-15)

O Senhor manifestou aos pagãos do Oriente através de uma estrela


A Epifania significa Revelação do Senhor ou revelação, manifestação ou aparição divina. (Epifania é o símbolo do amanhecer o dia Manifestação do Senhor). A Igreja Católica comemora e celebra a epifania no primeiro domingo de janeiro, sempre no domingo porque é o dia do Senhor, o dia 6 de janeiro a maioria das vezes cai durante a semana por isso é feita no domingo anterior deste dia.


A manifestação divina aos gentis (aos pagãos) de Deus, acontece a partir do nascimento de Jesus com a aparição da estrela que é vista pelos reis magos no Oriente.
Os três reis Magos eram astrólogos que se deslocaram do Oriente, para visitar o Menino Deus, tinham a certeza que o novo rei já havia nascido.
Os três reis simbolizam as três únicas raças bíblicas isto é os semitas (Sem), javista (Jafé) e comitas (Semita)

 

Os magos eram sábios astrólogos (astrônomos) que, acreditando nas profecias, seguiram uma estrela que serviu de guia em busca do rei dos Judeus até chegarem Jerusalém a capital de Judá. Chegando lá a estrela desapareceu da vistas deles, por se acharem perdidos não desanimaram continuaram a procura do recém-nascido com a certeza que iriam encontrá-lo, começaram a pedir informações sobre o rei dos Judeus que acabava de nascer, entraram em Jerusalém até que a noticia chegou ao ouvido do rei Herodes que também foi questionado sobre o recém-nascido. Os magos causaram um grande alvoroço em Jerusalém. Rei Herodes perturbado com a noticia sentiu que o seu trono estava ameaçado pelos magos, que perguntavam para ele onde tinha nascido o Rei dos judeus. Conferir o evangelho de São Mateus como segue abaixo:


“Onde está o rei dos judeus que acaba de nascer? Vimos a sua estrela no Oriente e viemos adorá-lo”. ( Mt2, 2).


Rei Herodes por sua vez reuniu os sacerdotes e os escribas do povo, para que estudassem as escrituras dessem a resposta aos magos conforme está escrito no evangelho de São Mateus:


“E tu, Belém, terra de Judá, não és de modo algum a menor entre as cidades de Judá, porque de ti sairá o chefe que governará Israel, meu povo”. MT 2, 1-2 (Miq 5,2).

 

Com a resposta dos sábios príncipes e doutores, rei Herodes disse aos três que era na cidade de Belém que iria nascer o Messias, e pediu para eles quando encontrarem o menino para voltarem e comunicá-lo para que pudesse ir adorar também. Eles partiram para Belém. E ao sair do castelo de Herodes a estrela novamente apareceu indicando para eles onde estava Deus menino. Encontraram o Salvador e ficaram conhecendo o rei de todo universo.

 

“Tendo eles ouvido as palavras do rei, partiram. E eis que e estrela, que tinham visto no oriente, os foi precedendo até chegar sobre o lugar onde estava o menino e ali parou”. (Mt 2, 9)

Leitura do Profeta Isaias 60, 1-6


Levanta-te, sê radiosa, eis a tua luz! A glória do Senhor se levanta sobre ti.
Vê, a noite cobre a terra e a escuridão, os povos, mas sobre ti levanta-se o Senhor, e sua glória te ilumina.


As nações se encaminharão à tua luz, e os reis, ao brilho de tua aurora.


Levanta os olhos e olha à tua volta: todos se reúnem para vir a ti; teus filhos chegam de longe, e tuas filhas são transportadas à garupa.


Essa visão tornar-te-á radiante; teu coração palpitará e se dilatará, porque para ti afluirão as riquezas do mar, e a ti virão os tesouros das nações.


Serás invadida por uma multidão de camelos, pelos dromedários de Madiã e de Efá; virão todos de Sabá, trazendo ouro e incenso, e publicando os louvores do Senhor. (Is 60, 1-6).

 

Leitura do Evangelho de São Mateus 2, 1-12

Tendo, pois, Jesus nascido em Belém de Judá, no tempo do rei Herodes, eis que magos vieram do oriente a Jerusalém.

Perguntaram eles: Onde está o rei dos judeus que acaba de nascer? Vimos a sua estrela no oriente e viemos adorá-lo.

A esta notícia, o rei Herodes ficou perturbado e toda Jerusalém com ele.

Convocou os príncipes dos sacerdotes e os escribas do povo e indagou deles onde havia de nascer o Cristo.

Disseram-lhe: Em Belém, na Judéia, porque assim foi escrito pelo profeta:

E tu, Belém, terra de Judá, não és de modo algum a menor entre as cidades de Judá, porque de ti sairá o chefe que governará Israel, meu povo. (Miq 5,2).

Herodes, então, chamou secretamente os magos e perguntou-lhes sobre a época exata em que o astro lhes tinha aparecido.

E, enviando-os a Belém, disse: Ide e informai-vos bem a respeito do menino. Quando o tiverdes encontrado, comunicai-me, para que eu também vá adorá-lo.

Tendo eles ouvido as palavras do rei, partiram. E eis que e estrela, que tinham visto no oriente, os foi precedendo até chegar sobre o lugar onde estava o menino e ali parou.
A aparição daquela estrela os encheu de profunda alegria.

Entrando na casa, acharam o menino com Maria, sua mãe. Prostrando-se diante dele, o adoraram. Depois, abrindo seus tesouros, ofereceram-lhe como presentes: ouro, incenso e mirra.

“Avisados em sonhos de não tornarem a Herodes, voltaram para sua terra por outro caminho”. ( Mt 2, 1-12).

 

Com este ensinamento aprendemos onde Deus se revela aos seus filhos como Pai e mostrando o caminho da fé a ser seguida por todas as nações todos os povos. Foi a revelação aos pagãos, através da estrela que guiou os três reis magos até o novo rei o menino Jesus que nasceu em Belém.

“E tu, Belém, terra de Judá, não és de modo algum a menor entre as cidades de Judá, porque de ti sairá o chefe que governará Israel, meu povo”. MT 2, 1-2 (Miq 5,2).

Os magos nos ensinam que através daqueles presentes fala de alguém que tem duas naturezas Divina e Humana, Jesus como verdadeiro Deus e verdadeiro Homem, mostram naqueles presentes Jesus Cristo Senhor e Rei o sumo Sacerdote, o Cristo total servo e sofredor nascido de uma mulher MARIA SANTÍSSIMA esposa de José, mãe do filho de Deus por obra do Espírito Santo.

 

Em sonho o anjo de Deus alerta os magos e a sagrada Família


Herodes sabendo da fuga dos magos, ficou furioso, mandou que os soldados procurassem os três reis para matá-los e também matar menino Deus.
Em sonho um anjo apareceu-lhes pedindo para que eles não retornassem para rei Herodes e voltassem para suas terras retornando por um outro caminho. E assim fizeram e voltaram as sua terra salvos.


Um anjo do Senhor também apareceu em sonhos a José mandando, que ele pegasse o menino Jesus e sua mãe e fugisse para o Egito, e disse reside lá até que eu te avise, porque Herodes vai procurar o menino para matá-lo.


José obedecendo as palavras do Anjo se se levantou durante a noite, tomou o menino Jesus e sua mãe e fugiu para o Egito. O rei Herodes mandou matar todas as crianças de dois anos para baixo com a certeza que um deles seria Jesus.

 

Leitura do evangelho de São Mateus 2, 12-23


Avisados em sonhos de não tornarem a Herodes, voltaram para sua terra por outro caminho.

Depois de sua partida, um anjo do Senhor apareceu em sonhos a José e disse: Levanta-te, toma o menino e sua mãe e foge para o Egito; fica lá até que eu te avise, porque Herodes vai procurar o menino para o matar.


José levantou-se durante a noite, tomou o menino e sua mãe e partiu para o Egito.
Ali permaneceu até a morte de Herodes para que se cumprisse o que o Senhor dissera pelo profeta: Eu chamei do Egito meu filho (Os 11,1).


Vendo, então, Herodes que tinha sido enganado pelos magos, ficou muito irado e mandou massacrar em Belém e nos seus arredores todos os meninos de dois anos para baixo, conforme o tempo exato que havia indagado dos magos.


Cumpriu-se, então, o que foi dito pelo profeta Jeremias:


Em Ramá se ouviu uma voz, choro e grandes lamentos: é Raquel a chorar seus filhos; não quer consolação, porque já não existem (Jer 31,15)!


Com a morte de Herodes, o anjo do Senhor apareceu em sonhos a José, no Egito, e disse:
Levanta-te, toma o menino e sua mãe e retorna à terra de Israel, porque morreram os que atentavam contra a vida do menino.


José levantou-se, tomou o menino e sua mãe e foi para a terra de Israel.


Ao ouvir, porém, que Arquelau reinava na Judéia, em lugar de seu pai Herodes, não ousou ir para lá. Avisado divinamente em sonhos, retirou-se para a província da Galiléia e veio habitar na cidade de Nazaré para que se cumprisse o que foi dito pelos profetas: Será chamado Nazareno. (Mt 2, 12-23).

 

Reflexão


Os soldados de Herodes nunca encontram os três reis magos, e nem a sagrada Família Jesus, Maria e José, eles foram obedientes a palavra de Deus através do anjo que em sonhos apareceu, seguiram o caminho da pregação o caminho do amor que nos leva a salvação.


Com a morte de Herodes a sagrada família volta para o Egito, mais uma vez o anjo mostrou em sonhos o caminho da salvação, José acreditou em suas palavras e trouxe sua família de volta para Nazaré sua terra Natal.


Com está mensagem temos que deixar a luz de Deus penetrar em nossos corações com fez os Reis magos e também São José, sendo assim temos a certeza que estamos no caminho certo, rumo a luz e a palavra do Senhor Jesus, que veio ao mundo nos salvar de todas as barreiras da vida que nos cerca e nos limita. Se as barreiras os obstáculo da vida forem muito forte o amor de Deus a paz de Deus o caminho de Deus é mais forte que tudo que está em nossa frente.

 

A festa de Rei no Brasil além de ser uma festa religiosa tornou-se também um evento tradicional e cultural. Cheio de seus significados e símbolos como vimos durante a santa Missa.

 

Finalizando esta apresentação desejo felicidades a todos da Paróquia Sagrado Coração de Jesus, que recebeu a Companhia (Folia de Reis) Santa Cecília no dia 6 de janeiro de 2009. Confesso que foi uma acolhida calorosa deste povo amável juntamente com o amor e o carinho de Padre Fernando Valhadares que no s deu está oportunidade.
Em nome do grupo Santa Célia agradeço a todos dizendo que ficamos felizes em mostrar o nosso trabalho levando a mensagem de paz e amor através da devoção Santos Reis, e a Sagrada Família Jesus Maria José, e principalmente dentro da celebração Eucarística que vem enriquecer cada um de nós.

 

 

Fraternal abraço

Wilson Maria

 

 


Voltar

 

Paróquia Sagrado Coração de Jesus - Rua Padre Mororó, 425 - Bairro São José - São Caetano do Sul - SP - Tel: 4232-6609

Desenvolvido por Mcrapino